Sunday, June 22, 2008

Hino ao Amor

Não sou uma mulher religiosa, mas respeito quem o é. Acredito em mim, nas minhas capacidades, que os amigos e a família são os bens mais preciosos. Deus é tudo que eu quero que seja. Não "o" identifico com alguém com um rosto, voz, expressão. Apesar de não praticar nenhuma religião, vi-me ontem confrontada com dois textos Bíblicos que gostei bastante. São textos fantasiados, exacerbados, exageradamente hiperbólicos, mas referem as virtudes do Amor (coisa que hoje em dia raramente se vê no Mundo). Como gosto de partilhar estas coisas com quem me lê, cá vai.

Ora leiam...

(...)O Amor é paciente, o amor é benigno; não é invejoso, não é altivo nem orgulhoso, não é inconveniente, não procura o próprio interesse; não se irrita nem guarda ressentimento; não se alegra com a injustiça, mas alegra-se com a verdade; tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O Amor não acaba nunca. (...)
In I Epístula de S. Paulo aos Coríntios

(...) porque o amor é forte como a morte e a a paixão é violenta como o abismo. Os seus ardores são setas de fogo (...). As águas torrenciais não podem apagar o amor, nem os rios o podem submergir.(...)
In Cântico dos Cânticos
Será o poder do amor assim tão inapagável, tão imponente assim? Claro que tudo isto é uma exaltação ao Amor e os textos não são para serem levados à letra. No entanto não deixa de ser bonito de se ler que o Amor pode ainda vingar e mostrar toda a sua beleza em plenitude.

Assim vos deixo um pequeno/grande clássico do hino ao Amor. Espero que gostem :-)

Trecho do filme Piaf. Música: "Non, Je ne reggrete rien"


Beijinho,
Pekenina

28 comments:

carla granja said...

ola pekena . gostei do que li e do video tive a ler a letra da musica e é linda
te desejo uma boa semana e passa por cá
K
I
S
S
CARLA GRANJA

Pekenina said...

Olá Carla :-) Ainda bem que gostaste. A letra da música é de facto bonita.

Beijinho*

O Profeta said...

Muito bonito...adorei...

Doce beijo

MARIA MERCEDES said...

Permite-me discordar contigo, no que diz respeito ao, Não se ver muito o Amor nos dias que correm".

Até acho que se vê muito mais Amor, mais desinibido e às claras, mais aberto e sincero, mais..., embora a forma seja bem diferente da de antigamente.

No que me diz respeito, não queria voltar para os tempos do antigamente! Este é o meu tempo! O tempo do meu Amor!

beijinhos cheios de Amor

Pekenina said...

Profeta: ainda bem que gostaste =)

Beijo meigo*

Pekenina said...

Maria Mercedes: não podia deixar de concordar contigo. O que eu queria apontar era a incansável repetição da palavra "guerra" que hoje em dia ouvimos. Era a essa "falta de amor" que me referia. No fundo é falta de Paz. Acho que moram juntas estas palavras. Acho que juntas fazem mais sentido do que cada uma em seu canto =)

Beijo*

carpe vitam! said...

obrigada Pekenina pela ajuda na reflexão, és um amor!

Pekenina said...

Carpe Vitam: às vezes tenho esta coisa de reflectir. Ir ao casamento ajudou! =D hehe

Beijinho*

Bombocaa said...

quanto ao amor n me vou pronunciar...tenho 1 forma mt minha de ver e sentir isso...
quanto à música...ehehehe
adoro cantar essa música...qs qs qs q consigo fazer a voz dela (em sonhos...claro)
ehehehe
kissinhossss

Pekenina said...

Bombocaa: o Amor é uma das características mais pessoais de cada um. =) A música é engraçada, tem muito "r's" hehe

Continua a encantar, mesmo que só em sonhos ;-)

Beijinho*

Bombocaa said...

Pekenina:
Pois tem...e eu que faço o esforço da minha vida pr n pronunciar o "r's" em demasia...algo que me ficou da primeira língua q aprendi a falar
ehehehe
kissinho

Pekenina said...

hehehe Beijinho*

carla granja said...

Olá passando para ver as novidades e para te desejar um bom fim de semana
passa por cá
___000000________000000___
__000000000____000000000__
_000000000000_00000000000_
_000000000000000000000000_
__0000000000000000000000__
___00000000000000000000___
____000000000000000000____
_____0000000000000000_____
_______000000000000_______
_________00000000_________
___________0000___________
Beijos no coração
Carla Granja

Pekenina said...

Beijinho no teu, Carla :)

Condessa said...

É o Amor que move o mundo!

Beijos ardentes

Pekenina said...

Condessa: é uma das coisas, sem dúvida :)

Beijo*

Anonimo do Algarve said...

Nos dias de hoje o AMOR k vejo por aí n é o verdadeiro amor no sentido da palavra, o de hoje é um amor interesses, nao falo do amor pelo nosso ou nossa parceiro mas pelo proximo, pela natureza.

Fiquei triste

Pekenina said...

Anónimo, querido, este post não era par deixar ninguém triste... o AMOR é suposto ser bonito, alegre, vivo! É suposto este ser um post para pensar =)

Beijito*

joshua said...

Genial. O Amor e Deus devem ser a maior intuição da espécie, por ambos erroneamente se matou e estuprou. É preciso que se cumpram. Só isso.

PALAVROSSAVRVS REX

NM said...

Dá que pensar, palavra por palavra.
Gostei! Um grd beijinho!

NM said...

Dá que pensar, palavra por palavra.
Gostei! Um grd beijinho!

Pekenina said...

Joshua, respeito o teu ponto de vista, mas o meu Deus é mais a Natureza, o Amor, a Confiança... valores morais que permitem a harmonia e a Felicidade =)

Beijinho,
Pekenina*

Pekenina said...

Nm é um pouco esse o objectivo ;-) Ainda bem que gostaste =)
Beijinho*

BlueVelvet said...

Juntáste 2 coisas muito bonitas.
A Leitura é das mais bonitas que conheço:tomara que fosse mesmo assim.
A canção é assim uma espécie de My Way em inglês.
Veludinhos azuis

Cadinho RoCo said...

Estranho não encontrar meu comentário aqui porque sei que já passei por esta publicação. De qualquer maneira, as especulações existem sobre quem desperta interesse e isso, em um certo sentido, é bom.
Cadinho RoCo

Pekenina said...

Blue Velvet: o mundo seria bem mais fácil, não?
Bejinho*

Cadinho roco: Não sei então o que aconteceu =/ Os meus comentários nem são moderados, mas fico feliz por teres "re-comentado" =) Quanto ao teu comentário... não sei se a minha vida é assim tão interessante, mas pronto. Hehe

Beijinhos*

Casanova said...

O amor é uma coisa incrível...
Beijo*

Pekenina said...

Casanova: é verdade, sim sr! O amor é capaz de nos transformar, de mudar muita coisa no mundo. Oxalá houvesse mais amor por aí...

Beijinho*