Friday, December 14, 2007

Agora...somos 3


Pipoca,


Finalmente o dia que tanto esperei tornou-se real. Cheguei ao sítio combinado: beijo longo, sentido.

"Que saudades..." - disseste.
"Muitas...!" - respondi.

Estavas acompanhado, pelo que não deu para te demonstrar as saudades que realmente tinha.
Não bebé, eu não estava à vontade. Não estava. Mas estava bem disposta, ao contrário do que possas ter pensado.
Fomos almoçar e dar uma volta até que fossem horas de te ires embora. Ias trabalhar e quando acabasses eu ia ter contigo. Assim foi.
Desta vez estavas sozinho e aí sim consegui (ou pelo menos tentei) que percebesses que gosto mesmo muito de ti e que tinha mesmo imensas saudades.
Tivemos pouco tempo para nós. Rapidamente ficámos outra vez 3 pessoas, em vez de apenas nós os dois.

Incomodada? Não.

Mas "gostava que tivesse sido diferente" (e estas são palavras tuas...). Não te via há um mês e apenas gostava de poder estar abraçada a ti, agarrada e aos beijos se me apetecesse, tudo isto e mais alguma coisa que me passasse pela cabeça, mas sem ter um gajo a olhar para nós como se fôssemos um espectáculo ao qual ele assistia. O que me deixou mais baralhada foi o facto de ele olhar para ti e rir-se. Como se aqueles nossos momentos lhe proporcionassem um gozo absoluto. Não amor, desculpa mas não consigo entender o que lhe passou pela cabeça.
Que ele não me possa ver à frente, que ele não suporte olhar para mim, que ele não goste da minha personalidade...com isso vivo eu bem. Agora que nos goze...desculpa...não gosto.
Não tenho nada contra ele. É teu amigo, não meu. Mas então, se é TEU amigo, que não se comporte como se eu fosse "suportável". Não gosta de me falar, não fale. Prefiro isso a "fretes". Prefiro que não me dirija a palavra a que faça um tremendo esforço para que me fale.
Como para mim ele me é indiferente (e desculpa se te magoo com isto, mas já to disse pessoalmente) eu trato-o normalmente. Como se nada fosse. Mas por favor não me digas que sou má para ele. Só porque não o trato como se fosse meu amigo (e não é!) não é razão (digo eu) para dizeres que fui má com ele. Não acho que tenha sido. Apenas...fui eu.
Dizes-me que o que ele te diz sobre mim que te é indiferente. Talvez seja: talvez te estejas nas tintas para o que ele te diz de mim (ainda que ele nem me conheça, mas eu já nem comento esse facto). Não me sinto bem em estar ao pé de alguém que consegue ser tão cínico. Desculpa estar a ser tão fria, só não consigo perceber o que ele tem contra mim.

O meu medo? Que use isso para te encher a cabeça. Ele está contigo todos os dias e eu não.

"Sinceramente estou-me a cagar para o que ele diz. Ele não me vai por bichos na cabeça..." - dizes.
"Será...?" - Penso eu. Queria muito que isso fosse verdade. Queria mesmo!

Estou muito confusa. Não quero escrever de cabeça quente. Daqui a nada vou ter contigo e com ele para almoçarmos.

Talvez as coisas hoje sejam diferentes. Talvez eu dê um fim diferente a este post...
Talvez, neste baralho, eu seja apenas um JOKER que desperdiça as cartas que tem...
Talvez...

11 comments:

Mary said...

Tem calma. Confia no teu namorado e por mais que o amigo dele lhe faça a cabeça tenho a certeza que ele não vai ligar, porque ele te ama e isso é que intressa!! Bjinho

camas e algemas said...

Ele tem de estar sempre nos vossos calcanhares?
Concordo com a Mary tens de ter calma e principalmente jogo de cintura para lidares com a situação...
bjs e boa sorte

A Túlipa said...

dá tempo ao tempo. com certeza le sabe que te conhece, que te ama. confia.

'

O Profeta said...

Talvez minha querida...talvez...


Uma semana cheia de luz


Doce beijo

Pérola said...

Hummm... Isso é aborrecido. Tenta falar com calma e explicar a situação.

Beijocas.

Borboleta Endiabrada said...

Deve em quando há sempre aqueles empata fodas... mas é que nem se tocam!!

beijinhos endiabrados e boa semanita

Sol da meia noite said...

Que situação... Entendo-te. Estás-te a ver no filme errado.
E tinhas esperado tu por esse momento... A vida prega com cada uma!...

Vá, leva com calma. Sei que não é fácil. Mas não desanimes nem desistas.


Beijinhos mil

MARTA said...

Também tens que ter calma...
Esperar o momento certo para falares...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Martaq

Borboleta Endiabrada said...

tens umca nomeação no meu cantinho!

beijinhos endiabrados

Rute said...

Hm... Pois, eles por vezes não veem o óbvio. Mas não fazem por mal. São tolinhos. Mas são adoráveis =P

Falar, é sempre melhor que guardar. Acaba sempre por saír, e já que sai, melhor seir assim de mansinho numa explicação do que um dia mais tarde de cabeça quente.

Pekenina said...

Mary:Eu confio, claro =) mas não é agra´dável, como deves calcular.
Camas e algemas:Pelos vistos tem...mas amanhã vai embora =P
A Túlipa:Eu confio nele. Muito. No amiguito é que nem tanto. Mas o Pipoca sabe o que faz.
O Profeta:Quem sabe...?
Pérola:É um bocadinho chato, sim =/ mas vou fazer isso amanhã.
Borboleta:Antes de ser empata fodas este consegue ser meramente empata beijos!! Incrível diria eu... Vou espreitar o teu cantinho. Obrigada =)
Sol da meia noite:Já deixei de fazer planos por estas e por outras...mas é assim mesmo.
Marta:Já falámos. Amanhã as coisas ficam resolvidas a 100% (espero eu).
Rute: É esse um dos motivos para o almoço de amanhã linda.